Plutão na Astrologia

Plutão - Transformação e regeneração

O glifo de Plutão pode ser dividido em três elementos: a cruz, que representa o material e as forças terrenas, o círculo que representa as forças do alto, do espírito e o semicírculo, que representa as forças de receptividade. Trata de crises e conflitos inesperados (mas transformadores) e dos assuntos difíceis de falar. Esse arquétipo nos permite estar mais próximo do divino e sua influência nos molda de forma irreversível onde nada podemos fazer, pois estamos sob a tutela de um plano maior.

Características e dignidades de Plutão:

  • Palavra-chave: Transformação
  • Tópico: Mudanças e reformas profundas

Plutão, o mais lento dos planetas, quase não se desloca diariamente. Seu deslocamento total é de menos de 2 minutos por dia e mesmo assim é muito variável devido a sua órbita. O astro leva aproximadamente 248 anos para dar uma volta completa ao redor do Zodíaco e como possui um órbita excêntrica (uma vez por ano ele retrograda por cerca de 5 meses), o número de anos que passa em cada signo varia de 12 a 32. A Casa 8 está associada a Plutão, que também é co-regente de Escorpião, signo que possui Marte como regente.

O glifo de Plutão se parece um pouco o de Netuno, porém, com o círculo do espírito dentro do crescente ascendente. Na astrologia, Plutão indica receptividade a outras realidades, o desejo inconsciente de transformação do ego sendo passado do nível pessoal para um nível de grupo ou sociedade. É aquele que aplica grandes poderes para mudar paradigmas, seja no macro ou em nossas vidas.

Plutão é Hades na mitologia grega, senhos do submundo. Na astrologia, destrói para poder transformar e regenerar aquilo que foi destruído, estando ligado geralmente àquelas mudanças drásticas que chacoalham as estruturas e geram alterações permanentes no mundo. Tem ligação com o ato sexual em si, mistérios, segredos, tabus, investimentos, empréstimos, dívidas e o poder dos bancos. Trata de grandes poderes e também simboliza algumas personas, como membros de partidos, polícias, grupos violentos, criminosos, torturadores, espiões, adeptos da magia negra, sociedades secretas, além de terapeutas, ocultistas de algo grau e psicanalistas.

Em relação a equilíbrio, se a cruz supera o crescente, corremos o risco de perder de vista o propósito dessas energias transformadoras, nos tornando pessoas egoístas e obcecadas pelo poder. Se o crescente ascendente e o círculo superam a cruz, corremos o risco de nos desconectarmos da realidade e ter surtos de estresse ou transtornos psicóticos e obsessivos.

Plutão é o planeta do renascimento e da transformação. A força por trás dele pode ser vista como um poderoso impulso purificador que promove mudanças profundas por onde passa. Sua influência traz qualquer coisa à superfície, seja oriunda das profundezas (instintos) ou do além (espírito). É diferente de Marte (na verdade é considerado como um Marte três vezes mais forte), cujo foco é a busca da sobrevivência e realização pessoal. Ele está a serviço de uma força maior, movido por um propósito superior. Não é mais o indivíduo que gera força e energia, essas são agora universais e se expressam através do ser. Em vez de lutar e conquistar para si, o indivíduo passa a fazer parte de uma forma que age através do coletivo, lutando por objetivos comuns. Vontade e desejo são compartilhados por todos, embora cada um reaja a essas propriedades cósmicas de maneira distinta.

Como acontece com Urano e Netuno, o significado da posição de Plutão nos signos, tem mais a ver com as marcas que cada geração deixa, revelando revoluções fundamentais e provocando drásticas transformações nas áreas da vida humana e da civilização como um todo. Tais mudanças podem ser regenerativas ou degenerativas, mas geralmente os dois efeitos são sentidos em sua passagem por cada signo, resultando em extremos de transformação. Sua passagem gera mudanças lentas, mas permanentes, simboliza o inconsciente coletivo de uma geração.

PlutãoAs influências de Plutão no mapa astral

As pessoas que têm Plutão com mais destaque em seu mapa astral tendem a ser mais controladoras, intensas, sensuais e profundas, mas também podem se tornar mais solitárias. A casa ocupada por Plutão pode mostrar uma parte da vida da pessoa que está sujeita a sofrer mudanças, assim como áreas da vida onde ela deseja ter mais poder e controle - e onde situações ocorrerão visando a transformação do indivíduo.

O planeta também trata de forças e energias que ajudam o indivíduo a superar tabus e complexos emocionais, cortando as amarras do ego, ativando energias que estão trancadas no inconsciente, recuperando forças antigas e instintivas e renovando totalmente o ser.

O lado positivo de Plutão torna possível ter controle sobre si mesmo, mergulhar e compreender o nosso interior. Através de sua influência, controlamos comportamentos que nascem do instinto, ganhamos uma enorme força de vontade e resistência, além de capacidade de cura, regeneração e transformação, tanto física quanto mental.

Já seu lado desarmônico pode promover comportamentos destrutivos, sentimentos de culpa, imprudência, desejos obsessivos, resistência, rejeição e distanciamento emocional. O indivíduo tende a se isolar, ficar cheio de segredos e ser mais reticente, se sentindo fragilizado e vulnerável, podendo até ficar apavorado, paranoico e com mania de perseguição. A pessoa também pode se tornar possessiva, dominadora e manipuladora, utilizar de chantagem emocional, se fazer de vítima e se tornar intolerante e cruel. Ambições, pensamentos e ações compulsivas e obsessivas passam a fazer parte da personalidade, assim como a atração pelo macabro e pelo bizarro. Pode haver também uma maior sede por poder ou um desejo de ser onipotente.

O lado sombrio de Plutão ainda representa o ego tendo controle sobre as forças do caos, o mundo das trevas, os poderes advindos do submundo, a matéria prima do lado escuro que, por ser rejeitada por nós, nunca evoluiu em direção a qualidades mais luminosas. Embora tidas como perigosas, essas forças automáticas movem nossa sexualidade, nossos instintos e a expressão criativa e inconsciente do nosso corpo, com seus processos orgânicos e automáticos, permitindo a sobrevivência, desenvolvimento e afirmação do indivíduo. Mexe com as profundezas da nossa mente, com as lembranças do passado, revelando tudo até trazer a consciência completa à tona. É símbolo de poder e nos conduz  utilizá-lo para promover uma transformação do nosso Ser e do mundo que nos cerca.

Em sua dinâmica no mapa astral, Plutão pode promover também as seguintes condições:

Autodeterminação por meio das próprias decisões;
Conscientizar-se das próprias necessidades e do aprender a cuidar de si mesmo;
Dirigir-se ao mundo exterior para conquistar o que é preciso com determinação;
Arriscar, em ser capaz de conviver com a vulnerabilidade e o medo;
Suportar os sentimentos e as perdas em face de crises sem desistir;
Ser significativo para si mesmo, para os outros e para a sociedade como um todo;
Poder cooperativo, de co-criação;
Estabelecer relacionamentos satisfatórios a ambos os envolvidos.

Quer saber como essas informações te afetam?

Quando Plutão está passando...

Uma coisa é certa: quando Plutão passa, é melhor estar preparado para mudanças radicais, pois as chances são de nada ser como antes. Por representar, em sua essência, a transformação, as estruturas carcomidas, seja em qual área da vida for, coisas vão ruir.

Tudo que está em desuso ou que está morto é geralmente transformado e banido da vida da pessoa (ou do mundo) no momento que Plutão começar a transitar por algum setor do mapa e formar aspectos com outros planetas. Isso se aplica a relacionamentos, trabalho, família ou a ideias que deverão partir - muitas vezes de maneira retumbante e dolorosa - mas necessária, para que aquilo que morreu seja transmutado, brotando a esperança a partir de um novo ciclo. O setor por onde Plutão está passando ou os aspectos que faz com outros planetas pode atrair transformações profundas, crises, términos e começos, sempre com o propósito de renovação, cura e transcendência.

Quando se fala em morte, geralmente a ideia que temos é de algo negativo e destruidor. Mas, essa não é a única verdade de Plutão. Como o Senhor da submundo, Plutão vem para fechar grandes ciclos, concluir questões complicadas, alterar sistemas em grande escala e retirar situações que já morreram, mas por algum motivo, as pessoas ainda persistem em prosseguir com elas.

Sendo assim, este planeta também representa a Fênix, ave mitológica que renasce das próprias cinzas, revigorada e pronta para iniciar um novo ciclo, enterrando comportamentos viciantes. E é claro que tudo isso é considerado como um período difícil, porque muitas vezes mexe com as nossas estruturas e nos convidam a sair da nossa zona de conforto ou até mesmo e confrontar medos e demônios interiores.

Em cada trânsito, Plutão vem nos lembrar que nada somos, que tudo o que temos é emprestado: sejam coisas materiais ou imateriais, como crenças e atributos intelectuais. O fato é que Plutão pode representar tanto a morte física quando a morte simbólica, que nos obriga a ver como tudo é efêmero, inclusive a vida.

Outra tema a ser revisto com a passagem do planeta é o desapego. A partir do momento que as pessoas percebem que nada possuem, que tudo na vida vem por empréstimo, elas também passam a não pertencer às coisas, tornando-se livres. Sendo assim, tanto os bens materiais quanto os relacionamentos são passageiros e por isso, se estiverem "mortos", estagnados, Plutão os levará consigo.

E é fundamental que isso aconteça para que tudo possa fluir e se renovar. Para digerir melhor essa questão, é preciso ter autoconhecimento para discernir o que faz parte da nossa essência e o que é temporário. Portanto, é importante deixar Plutão agir, porque ele vem com uma missão clara: cortar somente o que é necessário, derrubar pesos que não pertencem mais ao local onde estão, regenerar processos. No lugar daquilo que foi sepultado, surgirão eventos, pessoas ou coisas que agregarão e se alinharão ao momento atual.


O que estão falando sobre Plutão no Astrolink...


A influência de Plutão nos Signos

A influência de Plutão nas Casas Astrológicas

Plutão e você...

Descubra a importância do astro Plutão no seu mapa astral.

Crie a sua conta grátis ou efetue o login para saber qual signo ou casa este astro está posicionado e quais são seus benefícios!



O céu no momento...

Quinta-feira, 26 de Novembro de 2020 | 00h41
Sol 04° 20' Sag
Lua
Quarto Crescente
18° 08' Ari
ver ciclo lunar
Mercúrio 21° 10' Esc
Vênus 05° 41' Esc
Marte 16° 11' Ari
Júpiter 25° 12' Cap
Saturno 27° 58' Cap
Urano 07° 40' Tou R
Netuno 18° 09' Pei R
Plutão 23° 08' Cap
Quiron 05° 07' Ari R
Lilith 03° 59' Tou
Nodo Norte 20° 01' Gem R
Aspectos ativosorbe
SolSextilSaturno6.36
LuaConjunçãoMarte1.96
LuaQuadraturaJúpiter7.07
LuaQuadraturaPlutão5.00
LuaSextilNodo Norte1.88
MercúrioSextilPlutão1.96
VênusOposiçãoUrano1.99
JúpiterConjunçãoSaturno2.76
JúpiterConjunçãoPlutão2.07
NetunoQuadraturaNodo Norte1.86
Ler mais

Signos no Astrolink

Piscianos    9.05 %
Arianos    8.85 %
Cancerianos    8.78 %
Geminianos    8.68 %
Taurinos    8.62 %
Aquarianos    8.27 %
Virginianos    8.19 %
Leoninos    8.15 %
Escorpianos    8.02 %
Librianos    7.89 %
Capricornianos    7.89 %
Sagitarianos    7.60 %